GUIA DO ESTUDANTE | 29/01/2018

7 dicas sobre o Novo Fies

Em fevereiro serão abertas as inscrições para o Novo Fies, mas você já pode tirar as dúvidas sobre as mudanças em 2018.

A espera em relação ao resultado do Enem finalmente acabou: as notas foram divulgadas agora em janeiro. Com a notícia, jovens de todo o Brasil que atingiram o mínimo de 450 pontos no teste e nota maior que zero na redação podem se cadastrar em vagas de ensino superior e tentar financiamento por meio do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Mas atenção: a partir de 2018, as regras para o programa mudaram.

As inscrições para aderir ao programa estarão abertas de 19 a 23 de fevereiro. Como o prazo de inscrição é curto, não há tempo a perder. Atento às dúvidas dos jovens interessados no sistema de financiamento, o PRAVALER, maior programa de crédito universitário privado do Brasil, responde as principais dúvidas sobre o Fies e financiamento estudantil. Veja a seguir:

1. Existe mais de um tipo de Fies
Em dezembro, o governo federal sancionou o Novo Fies. Com a medida, o sistema de financiamento passa a ter três modalidades de empréstimo que variam de acordo com a renda per capita do futuro universitário. O Fies 1 é voltado para pessoas com renda familiar de até três salários mínimos. Esse modelo é juro zero, não há mais carência de 18 meses após o fim do curso e as vagas são limitadas a 100 000 alunos. Já o Fies 2 é voltado à estudantes com renda familiar de até cinco salários mínimos per capita e os empréstimos nesse contrato podem vir de fundos regionais situados no Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Por fim, o Fies 3 é indicado a jovens de todo o Brasil com renda familiar per capita de cinco salários mínimos e o empréstimo ocorre por meio de bancos privados. O PRAVALER disponibilizará vagas ilimitadas no Fies 1 e 2, inclusive com juro zero, dependendo da faculdade escolhida pelo aluno.

2. O Novo Fies agora conta com a iniciativa privada
Além do investimento do governo, haverá financiamento de instituições privadas em 2018. Assim, é possível ampliar a oferta de crédito universitário. Entre as empresas que oferecem o crédito privado está o PRAVALER, que há 12 anos atua na área. Parceira de 500 faculdades em todo o Brasil, a instituição já atendeu mais de 120 000 alunos. Assim, se o estudante não conseguir o Fies público, poderá contar com as opções de financiamento privado do Novo Fies.

3. Há outras opções de Fies com juro zero
O contrato Fies 1 oferece juro zero, mas existem programas de crédito universitário privados que também disponibilizam essa opção. O PRAVALER, por exemplo, oferece juro zero para todo e qualquer aluno, seja qual for sua renda familiar per capita, dependendo apenas da faculdade escolhida pelo estudante. Isso porque algumas dessas instituições de ensino subsidiam os juros para os alunos.

4. Estudantes de graduação na modalidade EAD não podem solicitar o Fies
Apenas estudantes de graduação presencial podem solicitar o Fies. Mas o PRAVALER, por exemplo, tem financiamento para EAD.

5. Nem todo curso pode ser financiado pelo Fies
Só podem ser financiados pelo Fies os cursos disponíveis pelo Fies Seleção, observado o número de vagas ofertadas pela mantenedora de uma instituição de ensino superior.

6. É possível saber se você tem o perfil para o Novo Fies
Para saber se você se enquadra no Novo Fies, o PRAVALER oferece uma ferramenta em que é possível verificar seu perfil. Basta acessar o link do programa. Com o PRAVALER, o estudante paga cada semestre em um ano e as parcelas não se acumulam. Dependendo da faculdade escolhida, o aluno ainda conta com a modalidade Juro Zero, em que as instituições de ensino parceiras subsidiam os juros.

7. Ficou fora do Fies? Ainda dá para obter financiamento pela sua faculdade
Mesmo quem não atender às condições previstas nas três modalidades do Fies pode contar com financiamento para a graduação por meio de instituições privadas. O PRAVALER, por exemplo, oferece a opção de crédito privado, inclusive com a possibilidade de juro zero, dependendo da faculdade escolhida pelo estudante.

Guia do Estudante | Por Abril Branded Content | 29 jan 2018